Notícias

por Interlegis — publicado 06/02/2017 15h05, última modificação 24/04/2017 13h21
Banco de notícias.

Notícias

por admin publicado 06/02/2017 15h05, última modificação 24/03/2017 13h25
Banco de notícias deste Município.

Notícias - Leia mais…

Ibama investiga frigoríficos do TO por compra de gado de áreas desmatadas

por Lucivan Pereira de Sousa publicado 22/03/2017 09h20, última modificação 22/03/2017 09h20
Empresa de Paraíso do Tocantins foi autuada, nesta terça-feira. Ação não está ligada à Operação 'Carne Fraca' da Polícia Federal. Do G1 TO

O frigorífico Plena Alimentos, localizado em Paraíso do Tocantins, região central do estado, foi autuado pelo Ibama nesta terça-feira (21) por compra de gado de áreas embargadas por desmatamento ilegal. A informação é do chefe substituto da Divisão Técnica do instituto, Sandoval Santos. Essa fiscalização não tem relação com a operação Carne Fraca, da Polícia Federal. Outros dois frigoríficos são investigados, um em Palmas e outro em Gurupi, porém os nomes não foram divulgados. A operação no Tocantins é chamada de 'Carne Fria'. Friforífico é autuado por comprar gado de áreadesmatada Santos explicou que os frigoríficos teriam comprado gado de áreas do Pará que estão irregulares. "Primeiro estas áreas foram embargadas por desmatamento. Elas deveriam se regularizar, o que não aconteceu. Depois, foram mais uma vez notificadas por descumprir o primeiro embargo". Assim que autuadas, as empresas têm 20 dias para apresentar defesa. Os estabelecimentos que compram ou transportam produtos de áreas embargadas ficam sujeitos às penalidades previstas no decreto 6.514. Neste caso, a multa é de R$ 500 por unidade de produto, ou por gado. No caso dos frigoríficos do Tocantins, o Ibama não informou se eles foram multados.O Ibama ressaltou que a ação não está ligada à operação Carne Fraca da Polícia Federal deflagrada na última sexta-feira (17), que desmontou um esquema de funcionários do Ministério da Agricultura que teriam recebido propina para liberar carne para venda sem passar pela devida fiscalização.O objetivo, segundo o instituto, é fiscalizar fazendas e empresas que compraram gado de áreas que foram desmatadas ilegalmente. A operação é realizada em parceria com o Ministério Público Federal, no Pará.

Outro lado
O gerente do frigorífico de Paraíso do Tocantins disse que não foi autuado, mas somente notificado para apresentar documentação. Segundo João Elísio Beltrão Molento, a empresa compra carne de 15 pecuaristas, sendo que muitos têm múltiplas propriedades.

"De cinco mil compras, seis acusaram ser de áreas embargada. Tem pecuaristas que tem várias fazendas, pode ser que outra propriedade esteja embargada, mas não as que compramos. Nós já reunimos toda a documentação e estamos embasados para apresentar defesa", explicou.

fonte:http://g1.globo.com/to/tocantins/noticia/2017/03/ibama-investiga-frigorificos-do-por-compra-de-gado-de-areas-desmatadas.html

Banco da Caixa Locais abrem duas horas mais cedo, nesta segunda (13) e terça-feira (14) para atender trabalhadores que vão sacar FGTS

por admin publicado 06/02/2017 15h05, última modificação 13/03/2017 14h43

Locais abrem duas horas mais cedo, nesta segunda (13) e terça-feira (14). Nesta primeira etapa, devem ser retirados R$ 14 milhões no estado.
Agências da Caixa no TO têm horário diferenciado para saques do FGTS
Agências da Caixa abrem duas horas mais cedo para atender trabalhadores que vão sacar FGTS (Foto: Jesana Jesus/G1)
Os saques das contas inativas do FGTS para trabalhadores nascidos em janeiro e fevereiro continuam. E nesta segunda-feira (13), as agências do Tocantins abrem duas horas mais cedo, às 9h, para atender quem quiser tirar dúvidas e também retirar o dinheiro. O período de saques começou na sexta-feira (10) e já registrou filas.

O horário diferenciado também segue nesta terça-feira (14). Nesta primeira etapa, 17 mil pessoas devem realizar os saques. A previsão é que o valor seja de R$ 14 milhões. Até o fim do ano, os saques devem injetar R$ 100 milhões na economia do Tocantins, segundo a Câmara de Dirigentes Lojostas de Palmas (CDL).

Ao todo, 132 mil trabalhadores vão sacar o FGTS até o mês dia 31 de julho de 138 mil contas que estão inativas. Cerca de 80% dos saques disponíveis são inferiores a R$ 1,5 mil.

Como sacar?
Os saques poderão ser feitos nas agências e caixas eletrônicos da Caixa, dependendo, por exemplo, do valor. Além disso, o cliente que não tem conta na Caixa poderá optar por transferir os recursos do FGTS, de qualquer valor, para uma contacorrente ou conta poupança de qualquer outro banco, sem custo.

Sem o Cartão Cidadão: o trabalhador poderá sacar o dinheiro nos caixas eletrônicos da Caixa, sem o Cartão Cidadão, caso o saldo de cada conta inativa seja de até R$ 1.500. Para isso, ele só precisa ter a senha do Cartão Cidadão.

Com o Cartão Cidadão: o limite de saque, no Caixa Eletrônico, é de R$ 3 mil por conta inativa.

Lotéricas e correspondentes Caixa Aqui: os saques podem ser feitos com o Cartão Cidadão para valores de até R$ 3 mil por conta inativa.

Saques acima de R$ 3 mil e até R$ 10 mil: o trabalhador só precisa apresentar, na agência da Caixa, a carteira de identidade para fazer o saque ou a transferência para conta de outro banco, sem custo.

Saques acima de R$ 10 mil: além da identidade, será preciso apresentar a carteira de trabalho ou o termo de rescisão de contrato de trabalho vinculado à conta inativa.

Contas que aparecem ativas: se o trabalhador tem uma conta de FGTS vinculada a um emprego do qual se desligou até 31 de dezembro de 2015, mas que ainda aparece como "ativa", terá que comprovar o fim do vinculo através da carteira de trabalho ou rescisão do contrato de trabalho.

Quem não tiver a carteira de trabalho, informou o presidente da Caixa, terá que providenciar uma cópia do termo de rescisão do contrato de trabalho vinculado à conta inativa, e levá-la no momento do saque.

 

fonte: Do G1 TO

« Anterior Doação de repelentes do Ministério da Saúde para as grávidas de Angico.

O MINISTÉRIO DA SAÚDE através da SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE ANGICO

por admin publicado 09/03/2017 15h05, última modificação 13/03/2017 14h39
distribuição de repelentes

O MINISTÉRIO DA SAÚDE através da SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE ANGICO, fez a distribuição de repelentes contra mosquito Dengue e Zica Vírus para nossas gestantes. A SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE ANGICO está em alerta a questão do monitoramento das ações.

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE ANGICO, REALIZA OFICINA CAPACITAÇÃO PMAQ 3º CICLO

por Lucivan Pereira de Sousa publicado 22/03/2017 10h55, última modificação 22/03/2017 11h13
PROGRAMA DE MELHORA DE ACESSO E QUALIDADE DA ATENÇÃO BÁSICA PMAQ-AB

Secretaria Municipal de Saúde  juntamente com a equipe ESF (Estratégica Saúde da Família) realizou nesta quarta feira com inicio às 8:00h da amanhã  Iª Oficina cujo tema foi “PMAQ-AB”. Durante a oficina foi levado ao profissionais o objetivo principal do programa, foi apresentado vídeo vocacional “Trabalho em equipe”, dinâmica com a reflexão de acesso ao usuário “SE COLOCAR NO LUGAR DO OUTRO”, discussão do cronograma de trabalho, programação anual e apresentado as metas de diretrizes propostas pelo Ministério da Saúde.

Fazendeiro é multado em R$ 250 mil por construir perto de nascente

por Lucivan Pereira de Sousa publicado 27/03/2017 08h17, última modificação 27/03/2017 08h17
Segundo polícia, ele não tinha autorização para fazer obra. Caso aconteceu na zona rural de Santa Maria do Tocantins.
Fazendeiro é multado em R$ 250 mil por construir perto de nascente

Policiais multam fazendeiro por contruir barragem sem autorização (Foto: Divulgação/Polícia Militar Ambiental)

26/03/2017 18h13 - Atualizado em 26/03/2017 18h13

Do G1 TO

Um fazendeiro foi multado neste domingo (26) em R$ 250 mil por construir uma barragem perto de uma nascente que deságua no córrego Arraias. Segundo a Polícia Militar, o proprietário da fazenda localizada na zona rural de Santa Maria do Tocantins não apresentou autorização do órgão ambiental competente.

Os policiais constataram a obra durante uma visita à fazenda. No local, os militares pediram que os trabalhadores entregassem a autorização, mas eles informaram que ela estaria com o fazendeiro. Porém, ele disse, momentos depois, que não tinha o documento.

Além da multa, os policiais emitiram um termo de embargo da obra.


fonte: http://g1.globo.com/to/tocantins/noticia/2017/03/fazendeiro-e-multado-em-r-250-mil-por-construir-perto-de-nascente.html

Ações do documento